Seguidores

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

GOSTO DE VENENO


Gosto de veneno...
No sereno,
No ameno,
No desenho.


Gosto de veneno...
No terno,
No eterno,
No reverso.


Gosto de veneno...
Na lágrima,
Na lástima,
Na sátira.


Gosto de veneno...
Na boca,
Solta,
Envolta,
No corpo,
De novo em agosto,
No nu e cru desgosto
Perdido na última:
Imagem do teu rosto.

3 comentários:

  1. Um veneno que todos gostariam de saborear...Belo poema querido!

    ResponderExcluir
  2. Olá amigo, que poesia mais bonita e quente. Gostei muito!
    Obrigada por seguir meu blog de Heath Ledger! Também tem o de poesias: http://simonepoesias.blogspot.com/ caso vc queira fazer uma visita.
    Adorei o blog e estou seguindo!
    Bjinhoss XD

    ResponderExcluir